Brasil

Uso de linguagem neutra é proibido em município de Santa Catarina

Nesta segunda-feira (20/12), Adriano Silva (Novo), prefeito de Joinville, em Santa Catarina, aprovou uma lei que proíbe o uso da linguagem não-binária pelo poder público municipal. Essa forma da língua consiste na utilização de palavras como “namorade”, “elu”, “todxs” ou “todes”. Em caso de descumprimento da lei, as autoridades ficam obrigadas a iniciar um Processo Administrativo Disciplinar.

Com a proibição, membros da administração pública de Joinville, integrantes da Câmara de Vereadores, autarquias e outras organizações, sobretudo o sistema de ensino público municipal e as bancas examinadoras de seleções e de concursos, não podem mais se utilizar dessa forma de linguagem.

Fonte: Estado de Minas

Thalita Mendes

Jornalista - TV Minas Brasil (Paracatu) Acadêmica de Jornalismo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo