Brasil

BH: Kalil cogita ‘micareta’ em 2022 e pede ‘juízo’ em festas de fim de ano

A Prefeitura de Belo Horizonte não vai injetar verbas públicas nos festejos de ano novo e no carnaval de 2022. A pandemia de COVID-19, sobretudo por causa das incertezas provocadas pela variante Ômicron, é a justificativa. Apesar disso, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) cogita financiar uma eventual folia fora de época. Para o réveillon e o Natal, ele prega “juízo” aos que pretendem se aglomerar.

Nesta quinta-feira (16/12), em entrevista exclusiva ao Estado de Minas, na sede da prefeitura, Kalil aventou a possibilidade de promover uma “micareta” em meados do próximo ano. A festa, no entanto, está condicionada a um respaldo científico.

Fonte: Estado de Minas

Thalita Mendes

Jornalista - TV Minas Brasil (Paracatu) Acadêmica de Jornalismo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo