Minas Gerais

Sindicato vai processar prefeito que ameaçou rasgar multa de trânsito

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais (Sintram) irá ajuizar ação coletiva contra o prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo (PSC) por assédio moral. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (12/7) após a entidade ter acesso ao vídeo em que ele aparece confrontando um agente de trânsitoe ameaçando rasgar a multa.

O caso aconteceu neste sábado (10/7), na região onde é realizada a tradicional feira do Bairro Esplanada, em uma área de grande movimentação. Enquanto um agente abordava um motorista, o prefeito apareceu questionando se ele estava multando-o. 

Sem que deixasse nenhum dos dois se explicar, disparou em tom alterado: “Se você tiver feito alguma multa para ele eu vou rasgar agora”. O condutor tenta explicar a razão da abordagem, mas é interrompido. 

guarda também, por várias vezes, pede calma ao prefeito e que ele os escute. Diante das negativas, tenta convencê-lo a ir para um canto para liberar o trânsito. Entretanto, Azevedo rebate: “Vou ficar no meio da rua”. Enquanto isso, uma fila de carros se formava. Após insistência do guarda, que sai e vai para o passeio, o prefeito o acompanha. Lá encontra outro agente e volta a questioná-lo sobre a razão de ter havido aumento de multas este ano em relação ao ano anterior.

O guarda então pede para aguardar a chegada do supervisor, que teria mais autonomia para falar sobre o assunto.
Antes que o supervisor chegasse e o vídeo fosse encerrado, ele dispara: “Sou anti-multa, eu tenho nojo de multa. Eu tirei um radar”. O radar mencionado por ele é um instalado na Avenida JK, próximo ao Bairro Afonso Pena. Ele foi desativado no início do mandato. 
O prefeito também aproveitou a oportunidade para falar sobre a adesão do município ao Sistema de Notificação Eletrônica.

Fonte: Estado de Minas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo