Minas Gerais

MP vai investigar casos de revacinação em Minas; pena pode passar de 5 anos

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) vai investigar os casos de revacinação contra a COVID-19 no estado. O órgão emitiu nota técnica aos promotores nesta quinta (8/7), na tentativa de coibir os crimes classificados como estelionato.

A medida foi anunciada um dia depois de a Prefeitura de Viçosa, na Zona da Mata mineira, denunciar um caso de revacinação. Um idoso de 61 anos, morador do município, recebeu quatro injeções: três na cidade e uma no Rio de Janeiro.

Fonte: Estado de Minas

Thalita Mendes

Jornalista - TV Minas Brasil (Paracatu) Acadêmica de Jornalismo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo