Minas Gerais

Nos 310 anos de Ouro Preto, tradicional toque dos sinos faz homenagem a profissionais da linha de frente da saúde

Ao meio-dia desta quinta-feira (8), os sinos de 11 igrejas do centro histórico de Ouro Preto vão tocar. É a chamada sinerata — nome dado a este toque conjunto. A execução coordenada é parte das comemorações do aniversário da cidade, na Região Central de Minas Gerais, que completa 310 anos. O momento servirá também para homenagear os trabalhadores da saúde, que estão no enfrentamento direto à pandemia.

O evento permite conhecer um pouco da história dos sinos na cidade reconhecida como patrimônio cultural e religioso. São vários toques, um para cada tipo de ocasião, como explica o sineiro Arthur Ramos, de 25 anos. “Festivo, fúnebre, são uns 12 toques diferentes”, disse. Ele aprendeu de ouvido o ofício aos 11 anos.

Ramos já presidiu a associação de sineiros e, hoje, é diretor de promoção cultural da Secretaria de Cultura e Patrimônio da cidade. O pai e o tio tocaram sinos quando crianças, e isso o inspirou na chegada da adolescência.

Em função do aniversário de Ouro Preto, o ritmo escolhido para a data é festivo e simboliza o agradecimento da população aos profissionais da linha de frente.

Fonte: G1.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo