Brasil

Após governo ampliar aulas presenciais, professores avaliam entrar em greve

Os professores da rede pública estadual podem entrar em greve sanitária nos próximos dias. A medida vai ser avaliada em reunião remota marcada para a próxima quarta-feira (7), conforme anúncio feito pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG). A decisão foi tomada após a Secretaria de Estado de Educação autorizar a retomada de aulas em mais 543 escolas de 132 cidades a partir de hoje. 

A chegada dos professores ocorre a partir desta segunda (5), enquanto o recebimento dos estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental tem início a partir do dia 12. Caso a greve sanitária seja aprovada, no entanto, os professores prometem que manterão as atividades somente por meio remoto.

Fonte: O Tempo

Thalita Mendes

Jornalista - TV Minas Brasil (Paracatu) Acadêmica de Jornalismo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo