Minas Gerais

Justiça suspende vacinação contra Covid-19 de adolescentes em Betim (MG)

A Justiça de Minas Gerais suspendeu a vacinação contra a Covid-19 em adolescentes na cidade de Betim. Jovens de 12 a 14 anos começaram a ser imunizados com doses da Pfizer na quarta-feira (16) no município mineiro.

Em caso de descumprimento, a ação ajuizada pelo Ministério Público de Minas Gerais prevê multa de R$ 500 por dose aplicada.

Na semana passada, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a indicação da vacina da Pfizer para crianças com 12 anos de idade ou mais. No entanto, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais pediu que a prefeitura de Betim apresente documentos comprovando que todos os grupos prioritários incluídos no Plano Nacional de Imunização (PNI) e todos os adultos acima de 18 anos sem comorbidades já foram vacinados contra a Covid-19.

De acordo com o prefeito de Betim, Vittorio Medioli (PSD), a imunização de alunos do 7º ao 9º ano do ensino fundamental permite a avaliação da retomada das aulas semipresenciais em agosto. Cerca de 19 mil jovens estavam previstos para receber a primeira dose da Pfizer.

Em nota, a prefeitura disse que está recorrendo da liminar e segue com a imunização de pessoas acima de 59 anos e toda a população acima de 18 anos com deficiência, além de trabalhadores do transporte coletivo e limpeza urbana.

Fonte: CNN Brasil.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo