Brasil

Mãe de Henry Borel muda versão sobre morte do filho e diz que Jairinho é violento

Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, escreveu na cadeia uma carta de 29 páginas com uma nova versão para os fatos investigados pela polícia. Na carta, Monique muda de lado e acusa Jairinho, a quem defendeu no inquérito e em declarações públicas. Agora, Monique diz que o vereador é um homem dominador e violento, e que se sentiu ameaçada por ele.

O que diz a mãe de Henry agora:

Que foi acordada por Jairinho na madrugada de 8 de março

Que pensou que Henry estava desmaiado

Que foi orientada a mentir em depoimento sobre a morte do filho

Que Jairinho é um homem violento e possessivo

Que ela e sua família foram ameaçadas pelo vereador

Fonte: G1

Thalita Mendes

Jornalista - TV Minas Brasil (Paracatu) Acadêmica de Jornalismo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo