Mundo

Japão aprova plano polêmico para despejar água contaminada de Fukushima no oceano

O Japão aprovou na terça-feira (13/4) um polêmico plano para despejar no mar mais de um milhão de toneladas de água contaminada da usina nuclear de Fukushima, que foi destruída por um tsunami em 2011. A água será tratada e diluída para que os níveis de radiação fiquem abaixo do limite aceitável para a liberação.

Mas o plano é rejeitado por moradores, pela indústria pesqueira, além dos governos da China e da Coreia do Sul.

Os reatores da usina de Fukushima foram danificados por explosões de hidrogênio causadas por um terremoto e tsunami em 2011. O tsunami derrubou os sistemas de resfriamento dos reatores, três dos quais derreteram. A água hoje contaminada servia para resfriar o combustível nuclear. O colapso foi o pior acidente nuclear desde Chernobyl em 1986.

Fonte: BBC

Thalita Mendes

Jornalista - TV Minas Brasil (Paracatu) Acadêmica de Jornalismo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo