Brasil

Coronel da PM oferece favores a bandidos para que quadrilha encerre atentados contra policiais no Pará

Vicente Neto, tenente-coronel da Polícia Militar do alto escalão do governo do Pará, e Léo 41, um líder de facção criminosa do Rio de Janeiro, conversam por telefone sobre possíveis acordos para encerrar uma série de atentados contra policiais no Pará.

O tenente-coronel falou com o líder da facção, por telefone, de dentro de uma cela do Centro de Recuperação penitenciária, a partir de outros membros da quadrilha.

O Pará vive uma guerra entre criminosos e policiais que trabalham nas cadeias do estado, os chamados ‘policiais penais’, uma categoria que passou a existir no estado em 2019. Em apenas quatro meses, de setembro de 2020, até o dia da ligação com o chefe da quadrilha, aconteceram pelo menos sete atentados e o assassinato de cinco policiais penais.

Fonte: G1

Thalita Mendes

Jornalista - TV Minas Brasil (Paracatu) Acadêmica de Jornalismo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo