Minas Gerais

Minas tem estoque para vacinação contra a COVID-19 só até março

Minas Gerais precisa de mais doses de vacina até 21 de março ou o estado pode ficar sem os imunizantes para a sequência de sua campanha de prevenção ao novo coronavírus (Sars-CoV-2). O total de doses despachadas pelo Ministério da Saúde para o estado foi de 1.171.180 até ontem, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Contudo, desde o momento em que as vacinas começaram a ser inoculadas, chegou-se a 342.152 aplicações de primeiras e 48.040 de segundas doses. Um ritmo de 19.510 administrações contra o vírus por dia que, se mantido, esgotaria o estoque mineiro em 38 dias.

O Brasil já recebeu 11,8 milhões de doses de vacinas contra a COVID-19 e, segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), apresenta uma taxa de aplicação de 45,55%. Com isso, levaria mais 45 dias para o país consumir suas reservas, até 28 de março.

A esperança é que cheguem a Minas Gerais parte dos 9,6 milhões de doses previstas para serem entregues no próximo mês ao Ministério da Saúde. Não há data fechada para envio a Minas Gerais. Entre 15 e 19 de março, a Fiocruz promete um milhão de imunizantes e o Instituto Butantan outros 8,6 milhões até o fim do mês que vem. Até o momento, foram 9,8 milhões de doses da vacina CoronaVac produzidos e distribuídos para integrar o Programa Nacional de Imunizações (PNI) pelo Instituto Butantan em contrato com a chinesa Sinovac. Outros 2 milhões de vacinas Covishield, da Oxford/Astrazeneca foram importados da Índia. Esse insumo será fabricado pela Fiocruz.

Fonte: Estado de Minas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo