Política

STF decide nesta terça sobre acesso de Lula a mensagens hackeadas da Lava Jato

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) vai decidir na tarde desta terça-feira (9) se mantém ou não a decisão que liberou as mensagens de integrantes da Lava Jato à defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A decisão foi tomada primeiro pelo ministro Ricardo Lewandowski. O material, que inclui conversas entre o ex-juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, então coordenador da Lava Jato foi obtido por um hacker. As mensagens foram originariamente apreendidas no âmbito da Operação Spoofing, que investigou a invasão de dispositivos eletrônicos de autoridades e a prática de crimes cibernéticos.

Nos diálogos, procuradores e o juiz trocariam instruções e orientações a respeito de processos relativos à operação, entre eles o que culminou na condenação e prisão de Lula. Os diálogos também tratam de possíveis tentativas de incriminar ministros do Supremo Tribunal Federal. Moro e os procuradores negam qualquer irregularidade e destacam o caráter ilegal com que as mensagens foram obtidas.

Os advogados de Lula esperam usar o conteúdo das mensagens como prova para reforçar o pedido de suspeição de Moro e de anulação das condenações do petista na Lava Jato. A suspeição é o meio legal utilizado para apontar quando juízes ou procuradores possuem interesses que os impeçam de atuar com isenção.

Fonte: CNN Brasil.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo