Política

O que está por trás do avanço do DEM no comando de capitais do país?

Um dos principais partidos de direita do país, o Democratas (DEM) venceu em 3 das 25 capitais em que houve votação neste domingo (15/11) e deve passar como favorito para o segundo turno na cidade do Rio de Janeiro.

A sigla, que abandonou o nome PFL em 2007 após minguar na era Lula, é uma das maiores forças dentro da coalizão entre centro e direita em torno do presidente Jair Bolsonaro no governo e no Congresso.

O resultado é expressivo porque o DEM venceu em 3 das 6 capitais que decidiram a eleição já no primeiro turno.

O número de vitórias do DEM em 2020 representa também um salto significativo em relação à eleição municipal de 2016, mas esse avanço se deu bem antes das urnas.

A vitória em quatro capitais seria o melhor resultado da sigla desde 1996 e em cinco, igualaria o recorde do partido em 1988, segundo levantamento da consultoria política Arko.

Esse resultado eleitoral de 2020 consolida também uma volta por cima do DEM, que se afastou do centro do poder político nacional a partir de 2002, quando Luiz Inácio Lula da Silva (PT) derrotou a aliança nacional PSDB-PFL.

Fonte: UOL.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo