Minas Brasil

PF faz operação em SP contra esquema de sonegação e lavagem de dinheiro em grupo financeiro

A Polícia Federal em São Paulo realiza nesta quinta-feira (29) duas novas fases da Operação Descarte, que apura um esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propina por meio de uma rede de empresas de fachada.

Ao todo, são cumpridos 29 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Santana de Parnaíba, Vargem Grande Paulista, Jaguariúna, Belo Horizonte, Nova Lima, Machado, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Em São Paulo, os alvos são pessoas ligadas a uma empresa pública federal. Em Minas, o banco BMG e membros da diretoria da instituição financeira são alvos de busca e apreensão.

Segundo a PF, uma das operações, chamada de Silício, busca confirmar a existência de uma organização criminosa responsável pela prática dos crimes de sonegação fiscal, corrupção ativa e passiva, lavagem de capitais, fraude em licitação e evasão de divisas.

De acordo com as investigações, entre 2011 e 2016 um escritório de advocacia especializado em lavagem de dinheiro elaborou e executou um projeto para uma empresa do ramo de tecnologia, com o objetivo de redução de tributos, devolução de valores em espécie e evasão de divisas.

Parte dos recursos foi utilizada para o pagamento de propina a servidores da Ceitec – empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e​ Inovações (MCTI) – para que ela contratasse a empresa de tecnologia.

Fonte: G1.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo