Esporte

Exclusivo: se o Cruzeiro virar clube-empresa, já há investidor com R$ 500 milhões disponíveis

Enquanto o presidente do Cruzeiro está nos Emirados Árabes Unidos, em busca de um parceiro para investir e de outros negócios, em BH há um investidor disposto a colocar R$ 500 milhões no clube e se tornar um dos sócios, caso o Cruzeiro vire clube-empresa. A notícia me foi dada por um grande amigo de Sérgio Santos Rodrigues, que não quis dar o nome do possível sócio.

“Estamos na esperança de o senador, Rodrigo Pacheco, conseguir a aprovação do clube-empresa para que o Cruzeiro possa dar esse passo gigante. Não há outra solução para o futebol brasileiro. O Cruzeiro tem uma folha de R$ 6 milhões, envolvendo todos os funcionários, e aí incluímos os jogadores. Como conseguir isso todo mês com essa crise, sem torcida, sem bilheteria, com patrocínios que não cobrem os custos?” A mesma fonte já admite que o Cruzeiro não vai subir e que o presidente contratou Felipão justamente por saber disso. O projeto Felipão foi montado pelo diretor de futebol Deivid, que ajudou a convencer o treinador da importância dele para fazer o Cruzeiro voltar à elite. O problema é que a pontuação baixa e a remota possibilidade de acesso vão fazer com que Felipão trabalhe forte em 2021, ano do centenário, fazendo um trabalho de recuperação do time, tornando-o forte e vencedor.

Fonte: Estado de Minas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo