COVID 19

UFMG desenvolve em média 26 estudos por mês sobre Covid-19

Desenvolvimento e testes de vacinas, monitoramento da presença do coronavírus no esgoto e levantamentos sobre impactos da pandemia no setor musical e até nos sonhos da população. Esses são alguns poucos exemplos, mas que já demonstram a diversidade de pesquisas feitas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desde o início da pandemia. Foram 179 estudos sobre a Covid-19, finalizados ou ainda em andamento, na maior instituição de ensino superior do estado — uma média de 26 por mês.

Ao passo que a universidade tenta buscar respostas contra o coronavírus, ela enfrenta o desafio de conseguir honrar com os gastos diante de um cenário de cortes. Em 2020, o orçamento é de cerca de R$ 208 milhões, R$ 7 milhões a menos do que o de 2019. “Para 2021 há a previsão de um corte orçamentário drástico, da ordem de 16,5%”, destacou a universidade por meio de nota.

Fonte: G1.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo