Minas Brasil

Governo de Minas anuncia início do retorno das atividades escolares presenciais

Com tendência de estabilização da pandemia no estado, o Governo de Minas Gerais definiu, nesta quinta-feira (23/9), a data de 5 de outubro para o início do retorno às atividades escolares presenciais. Esse é o primeiro movimento para a volta gradual às aulas presenciais em todo o estado. Seguindo rígidas regras e protocolos sanitários, as escolas públicas e privadas poderão retornar às atividades presenciais apenas nas regiões inseridas na onda verde do plano Minas Consciente. Já o ensino superior poderá voltar às aulas presenciais nas regiões contempladas na onda amarela do plano, sendo que faculdades poderão retornar às atividades presenciais já na próxima semana.

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, explicou que as definições foram baseadas em estudos técnicos e epidemiológicos do Comitê Extraordinário Covid-19, levando em conta a controlada taxa de ocupação dos leitos, índices estáveis de transmissão e contágio, além do controle de surtos e a tendência geral de queda de casos e óbitos diários da covid-19. 

“Temos alguns pontos em comum com os países que tiveram avaliação satisfatória para abrir as escolas. Primeiro, eles estavam em curva de contágio estável e decrescente, como estamos em Minas. Depois, a adoção de medidas sanitárias de distanciamento, o que orientamos desde o início da pandemia e a cada dia aprimoramos mais. E o monitoramento constante, que é a característica do Minas Consciente, o que fazemos há cerca de cinco meses”, disse o secretário.

Na prática, os cursos de educação superior, incluindo graduação e pós-graduação, além de cursos de formação livres, estarão aptos a retornar às atividades presenciais nas regiões inseridas na onda amarela do plano Minas Consciente. As aulas nessas instituições estão autorizadas a partir da publicação do protocolo sanitário da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), previsto para a próxima semana, com recomendações como distanciamento social e uso de máscaras de proteção.

Fonte: Agência Minas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo