COVID 19

Pesquisadores desenvolvem cotonete com impressora 3D para ampliar número de testes de Covid-19 em Minas

Pesquisadores da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) de Belo Horizonte estão desenvolvendo um swab feito a partir de impressão 3D, que pode se tornar um possível aliado na ampliação de testes de Covid-19. A dificuldade para compra deste “cotonete” esteril, usado para coleta de amostras do vírus no nariz e na garganta, é apontada como um dos entraves para ampliação de testes RT-PCR pelos laboratórios públicos do estado. Apenas 12% dos casos positivos de Covid-19 em Minas são provenientes de exames realizados pelo SUS.

Os swabs 3D estão sendo produzidos por um grupo de pesquisadores que já acumula experiência com produção de outro material, os protetores faciais 3D. Conhecidos também como faceshields, estes equipamentos também estavam escassos no início da pandemia.

Fonte: G1.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo