COVID 19

SEM USO, HOSPITAL DE CAMPANHA DO EXPOMINAS SERÁ DESATIVADO

Leitos e equipamentos da estrutura, que custou R$ 5,3 milhões, serão absorvidos pelas unidade da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig).

 Inaugurado 15 de abril deste ano para atender infectados pelo novo coronavírus de Belo Horizonte e Região Metropolitana, o hospital de campanha do Expominas será desmontado. A informação foi confirmada pelo pelo secretário-geral do estado, Mateus Simões, em coletiva de imprensa realizada esta manhã. Segundo o dirigente, a desativação terá início ainda esta semana. A medida foi tomada após análise do índice de ocupação dos leitos de BH e Região, considerado razoável. A unidade demandou investimentos de R$ 5,3 milhões – a maior parte foi financiada pela iniciativa privada. 

“Desde o mês passado, vem sendo discutido o momento em que poderia ser feita a desmontagem. A gente aguardava os índices de segurança de ocupação hospitalar na região metropolitana, que estão estáveis dentro das últimas duas semanas. Portanto, nesta semana, começa a desmontagem da estrutura física”, afirmou Simões. 

Ainda de acordo com o secretário, os aparelhos e  mobiliário do hospital serão aproveitados pelas instituições da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig). “Não haverá perda de nada do que está ali. A estrutura de paredes vai ser desmontada, e a estrutura médica hospitalar que está lá vai ser absorvida pelo sistema Fhemig e pelos hospitais públicos do Estado”, esclareceu Simões. 

FONTE: PORTAL UAI

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo