Minas Brasil

ATACADISTAS DE COSMÉTICOS SÃO INVESTIGADOS POR SONEGAR R$ 20 MILHÕES EM MG

A operação realizada nesta quinta-feira fez buscas e apreensões em empresas de Belo Horizonte e Contagem.

Receita Estadual desencadeou, na manhã desta quinta-feira (10), a segunda fase da operação “Corretivo”, que tem como alvos oito empresas atacadistas do segmento de cosméticos. Três das investigadas são de Belo Horizonte e cinco de Contagem, na Região Metropolitana da capital.

De acordo com as apurações da Receita, se somadas as irregularidades fiscais cometidas por elas, somente nos últimos dois anos o prejuízo aos cofres públicos é de cerca de R$ 20 milhões. 

Na ação desta quinta-feira, que teve o apoio de agentes da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e de 34 servidores da Receita, foram apreendidos documentos que indicam que há suspeita de fraude fiscal por parte das empresas investigadas. 

Segundo a Receita, essas empresas são investigadas por sonegação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS) utilizando-se de subfaturamento de mercadorias, compra e venda de produtos sem nota fiscal e criação de empresas de fachada para a emissão de notas frias. 

FONTE: PORTAL UAI

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo