Saúde

METADE DAS CRIANÇAS BRASILEIRAS NÃO RECEBEU TODAS AS VACINAS QUE DEVERIA EM 2020, APONTAM DADOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Dados do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde apontam que cerca de metade das crianças brasileiras não recebeu todas as vacinas previstas no Calendário Nacional de Imunização em 2020.

Segundo os índices do PNI, atualizados até segunda-feira (7), a cobertura vacinal está em 51,6% para as imunizações infantis. O ideal é que ela fique entre 90% e 95% para garantir proteção contra doenças como sarampo (que tem índice ideal de 95%), coqueluche, meningite e poliomielite.

Neste ano, entretanto, a cobertura vacinal da primeira dose da tríplice viral (que protege contra sarampo, caxumba e rubéola) está abaixo de 60%. A da segunda dose está abaixo de 50%. Nenhuma das vacinas previstas no calendário infantil teve índices acima de 60% (veja tabela abaixo).

Cobertura vacinal (em % por tipo de vacina) até 07/09

ImunoCoberturas Vacinais
TOTAL51,56
BCG53,06
Hepatite B em crianças até 30 dias46,90
Rotavírus Humano56,92
Meningococo C57,17
Hepatite B55,78
Penta55,78
Pneumocócica59,68
Poliomielite54,70
Poliomielite 4 anos44,63
Febre Amarela42,71
Hepatite A54,22
Pneumocócica(1º ref)53,52
Meningococo C (1º ref)56,52
Poliomielite(1º ref)48,30
Tríplice Viral D158,89
Tríplice Viral D246,66
Tetra Viral(SRC+VZ)19,95
DTP REF (4 e 6 anos)50,85
Tríplice Bacteriana(DTP)(1º ref)59,69

Fonte: Ministério da Saúde/DataSUS

FONTE: G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo